Os Grupos de Estudo do Pessoal Docente do Ensino Secundário, 1969-1974 - As raízes do Sindicalismo Docentes - Maria Manuel Calvet Ricardo

PDFImprimirEmail

Com envio Self pick-up para 0,00 €
Preço base: 15,00 €
Preço de venda: 15,00 €
Desconto:
Preço / kg:
Autor: Maria Manuel Calvet Ricardo
Data de edição: (ANO)
Idioma: Português
ISBN: 978-989-7570-40-7
Descrição

Afirmando-se já como movimento sindical no início do século XX, o movimento associativo dos professores teve o seu período de ouro na Iª república, assumindo-se como um protagonista incontornável no campo sociaal e educativo nesse primeiro quarto do século XX.

O movimento de 28 de Maio de 1926, que conduziu à Implantação do Estado Novo em Portugal, ao suprimir drasticamente todas as formas de liberdade de associação, deu um golpe mortal no sindicalismo e no associativismo docentes. Os professores, sendo na sua maioria funcionários públicos, viram cerceadas as liberdades de expressão e de associação, com a extinção de todas as organizações livremente até então criadas e a perseguição aos seus representantes eleitos ou que mais se destacavam na defesa dos interesses profissionais e da instrução pública.

O renascimento de um movimento de cariz reinvindicativo entre os professores surge nos primórdios dos anos 1970, aproveitando a abertura de marcello Caetano e o discurso de mobilização do seu ministro da Educação Veiga Simão, em torno da reforma do ensino. sob a designação anódima de DGrupos de Estudo, esse movimento começou por reunir as reinvindicações dos jovens professores eventuais e provisórios pelo pagamento dos seus salários nas férias de verâo, para rapidamente se alargar a todo o ensino secundário e estabeklecer ,mesmo contactos informais com professores do ensino primário e do ensino superior.

Este é o cenário em que se insere o livro de Maria Manuel Calvet Ricardo, Os Grupos de Estudo do Pessoal Docente do Ensino Secundário, 1969-1974. As raízes do sindicalismo docente, que tenho o prazer e a honra de apresentar.

O livro apresenta o percurso dos Grupos de Estudo do Pessoal Docente do Ensino Secundário, de 1969 a 1974, nas suas várias dimensões: modelo organizativo, intervenção pedagógica, laboral, associativa e política, uma autêntica "escola de sindicalistas", como a autora designa o papel deste movimento no período que antecede a Revolução de Abril.

Para todos aqueles que são professores e educadores, para os que militam no movimento sindical dos professores, ou que simplesmente desejam compreender quem são, o que pensam e como agem aqueles que constituem o mais numeroso grupo de trabalhadores intelectuais do nosso tempo, o livro de Maria Manuel Calvet Ricardo passa a constituir referência obrigatória para, conhecendo e compreendendo o passado, pensar o futuro do mais antigo modo de organização profissional coletivo dos trabalhadores assalariados, o movimento sindical.

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.