Vinculação e Adopção

vinculacao-web
Autor: SALVATERRA, MARIA FERNANDA Data de edição: 2011 Idioma: Português ISBN 9789728881894
Classificação: Ainda não foi avaliado
Preço
Preço de venda: 21,20 €
Desconto:
Descrição

A natureza e o desenvolvimento das relações de vinculação têm sido objeto de interesse e de investigação nas últimas décadas, nomeadamente no caso de crianças adotadas. A teoria da vinculação postula que a capacidade para estabelecer relações emocionais próximas é central no desenvolvimento humano e está presente desde o nascimento, mantendo-se ao longo do ciclo de vida do indivíduo. Um dos aspetos mais interessantes da teoria de Bowlby e Ainsworth é a de que a vinculação nasce interação criança/prestador de cuidados e se organiza em função da disponibilidade e acessibilidade da figura de vinculação e da qualidade dos cuidados, físicos e psicológicos, prestados.

Ao longo do desenvolvimento, o comportamento de vinculação leva ao estabelecimento de ligações afetivas ou vinculações, inicialmente entre a criança e a figura parental (mais frequentemente a mãe) e mais tarde com outras figuras e é o modo como o comportamento de vinculação se estabelece durante a infância que vai determinar os estilos de vinculação futuros. A maioria das crianças é criada pelos seus pais biológicos ou por familiares próximos, por isso partilha a mesma história e os mesmos genes com as pessoas responsáveis pelo ambiente no qual crescem e são educadas, tornando difícil distingir as influências genéticas das influências ambientais.

No caso da adoção, as crianças são legalmente, afastadas das suas famílias com as quais não têm qualquer  relação biológica. Esta situação proporciona uma  oportunidade única para o estudo da influência relativa dos genes e do meio ambiente e os efeitos a curto e a longo prazo nos vários aspetos do desenvolvimento infantil, nomeadamente quanto à capacidade de estabelecer ou reestabelecer relações de vinculação com novas figuras parentais com as quais ão se partilha qualquer laço biológico. A adoção proporciona também uma oportunidade rara de estudar a capacidade que os adultos têm de proporcionar cuidados parentais a crianças nascidas de outras famílias e a qualidade da relação afetiva estabelecida.

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.